Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Nossa história

Acessos: 10971

A 7ª Região Militar é um Grande Comando Territorial do Exército Brasileiro, subordinado ao Comando Militar do Nordeste, e que é o sustentáculo logístico e administrativo para todas as Organizações Militares localizadas nos estados de Pernambuco, Alagoas, Paraíba e Rio Grande do Norte.

Foi criada pelo decreto presidencial n° 11.492, de 23 de fevereiro de 1915, com a denominação de 2ª Região Militar. O Brasil vivia o auge de uma campanha pela modernização do Exército. De lá para cá, o desenvolvimento da doutrina militar levou o Exército a rever sua estrutura organizacional, com o estabelecimento de novas designações de unidades militares até chegar à configuração atual da 7ª Região Militar.

Suas origens remontam ao Governo das Armas da Província de Pernambuco, criado em 1º de setembro de 1821, com a reorganização da Província de Pernambuco, motivada pelo movimento liberal iniciado em 1820 na cidade do Porto, Portugal.

A 7ª Região Militar é herdeira das tradições que remontam à Insurreição Pernambucana, episódio da maior relevância para a formação da nacionalidade brasileira e das origens do Exército, e cuja preparação aconteceu, principalmente, pela reunião de homens do povo. Mas que teve no compromisso firmado entre os moradores mais influentes, a criação da base nos campos político e econômico para o seu desencadeamento: "Nós, abaixo assinados, nos conjuramos e prometemos, em serviço da liberdade, não faltar a todo o tempo que for necessário, com toda ajuda de fazendas e de pessoas, contra qualquer inimigo, em restauração de nossa PÁTRIA; para o que nos obrigamos a manter todo o segredo que nisto convém; sob pena de quem o contrário fizer será tido como rebelde e traidor e ficará sujeito ao que as leis em tal caso permitam."

Foi assim que nasceu uma nova ideia, um novo sentimento. Constitui-se um verdadeiro "Compromisso Imortal". Passados quase 380 anos desde aquele 23 de maio de 1645, quando os 18 líderes patriotas assinaram o que poderia ser considerada a certidão de nascimento da nossa Pátria, a Portaria DECEx Nº 192, de 29 de junho de 2022, concedeu a Denominação Histórica de local para o Pátio de Formaturas do Comando da 7ª Região Militar: PÁTIO COMPROMISSO IMORTAL.

A 7ª Região Militar vem colaborando em missões importantes, dentre as quais podemos destacar:

- a coordenação da transferência de quartéis desde o Centro Sul do país para as capitais da região durante a segunda guerra mundial, elevando os efetivos militares em quase dez vezes, no contexto do esforço para mobiliar o saliente nordestino conta a ameaça nazifascista;

- a conservação, por 80 anos, do Campo de Instrução Militar Engenho-Aldeia, hoje Campo de Instrução Marechal Newton Cavalcanti (CIMNC), transformando um local que antes era um grande canavial, em mata secundária preservada com reflexos para a operacionalidade da tropa;

- organização em pessoal e material dos contingentes brasileiros que integraram as Forças de Paz da ONU em Angola, no Timor Leste e, mais recentemente, no Haiti;

- a ajuda a defesa civil, no suporte as populações que sofrem com as adversidades do clima, como é o caso da Operação Carro-Pipa, que complementa a distribuição de água potável nas regiões do semiárido;

- a garantia do atendimento humanitário aos migrantes venezuelanos, apoiando a fase de interiorização, no contexto da Operação Acolhida;

- entre tantas outras de elevado significado.

A 7ª Região Militar possui uma rica história e a prática de realizações extraordinárias e seguirá contribuindo com lealdade, coesão, entusiasmo e disciplina, escorados na hierarquia e na ética militar, junto ao CMNE, para apoio às tropas, à família verde-oliva e à sociedade brasileira nas suas mais prementes necessidades.

Pátria! Brasil!

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página